As Vezes Preciso Sair Para Comprar Pão

As vezes preciso sair para comprar pão e não é fome, não é pelo pão.Não sou uma pessoa de grandes libertinagens, mas necessito de pequenas liberdades. Essas que em geral eu não tenho. Se quero ir a algum lugar sem levar o celular todos os dias, durante mais ou menos meia hora, um dia alguém vai acabar me pedindo para trazer alguma coisa, ou fazer algo que eu não tinha planejado. E nesses casos a solução é ligar o foda – se.

São as regras da vida, sendo burladas todos os dias. Seu corpo é seu e ninguém deveria ter acesso a ele em nenhuma hora do dia, mais do que você. Seu tempo é seu. Teoricamente, pois se há um trabalho em que você está durante oito horas por dia, essas oito horas á não são mais suas. Só que talvez possam ser, se você decidir que aquilo que está fazendo é o que realmente quer fazer. O que há entre isso e a negação? Eu não sei.

As vezes, em alguns dias, as coisas se tornam apertadas, tristes e vazias e eu preciso sair para comprar pão. Ou para ir ao parque ou para qualquer coisa. O que me incomoda é o espanto. Porque tu foi fazer isso? Porque foi fazeres aquilo? Se o meu tempo é meu eu deveria estar livre para fazer o que quisesse, inclusive ir ao mercado comprar pão. São as pessoas sempre dissimulando. Eu poderia ter te levado, você poderia ter comprado aquilo, poderia, mas não fiz porque meu tempo é meu e o pão que eu fui comprar também é meu e eu não vejo motivo para não fazer o que eu quero do jeito que eu quero. Existe muita resistência e fortes sentimentos envolvidos na decisão de comprar pão. Mas deixemos que as pessoas sejam cegas e o ato de comprar pão seja só mesmo o ato prático de adquirir carboidratos para a alimentação.

Domínio Público

E ai vão duas ótimas dicas para quem gosta de ler muito mais não tem grana para sustentar o vício. É pois é, isso é mais normal do que se pensa. para quem deseja livros clássicos existe o Dominio Público, site mantido pelo governo do Brasil e de outros países que possui obras clássicas desses, onde os direitos autorais do autor já inspiraram. Por exemplo: A Esfinge sem Segredo;Oscar Wilde, Memórias Póstumas de Brás Cubas; Machado de Assis, Livro do Desassossego;Fernando Pessoa, A Divina Comédia;Dante Alighieri, A Metamorfose;Franz Kafka, Os Lusíadas;Luís Vaz de Camões entre muitas outras que fazem parte da história e da cultura do mundo inteiro. Quer impressionar? É um tiro certo. Segue o link.
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=3000&skip=0&ds_titulo&co_autor&no_autor&co_categoria=2&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra&co_idioma=1&colunaOrdenar=NU_PAGE_HITS&ordem=desc